27 de dez de 2009

2010

Passando para desejar um Feliz 2010
com muita paz, amor, saude e dinheiro
Bjus a todos

19 de dez de 2009

Para tudo!

Voltei atrás...
Continuo por aqui
Cheia de graça (Rs) e boas idéias.
2010 com mais emoção.

Dezembro...

Oie!
Tem tempo... Estou sem motivação e querendo, de repente, partir pra outra.
Mas como ainda não tenho certeza de nada, vou ficando por aqui mesmo.
Acabou que não rolou a entrevista.
Estou com ela aqui mas não vou postar por enquanto.
Fim de ano, época de meter o carão nas rabanadas, nos doces e salgados que tentamos fugir durante  todos os outros meses. Mas dezembro é fogo.

Falta tempo para dar atenção a todo mundo e como a gente come.
Mas não vou falar sobre isso, já que é inevitável, rs.
*****************************
Aproveito o momento para desejar um Feliz Natal a todos.
Bjus

4 de dez de 2009

Auriculoterapia - eu quero mais...

Oi Amores!
Que chuva gostosa está caindo...
Deu uma refrescada e me fez cair em tentação pelos teclados novamente.
Quando falo em calor, falo em desesperados 39, 40 graus na sombra, com sensação térmica de "sabeláDeusoque".
Se acostuma, mas ainda estamos na Primavera...
Imagina o verão como será.
E hoje, finalmente, fomos refrescados com uma chuva maravilhosa que não para de cair desde cedo.
Ah! Delícia! Mas sou suspeita porque adoro chuva.
*****************************************
Apesar dessa delicinha, vamos ao trabalho.
Percebi que um dos posts mais acessados aqui no meu blog é um sobre Auriculoterapia e Emagrecimento.
Fiz uma pequena pesquisa na internet e achei bastante interessante e bem esclarecedor esse texto. Mas como minha curiosidade não para por ai, tive uma ideia. Tenho um amigo que aplica esse e outros tipos de terapias e, conversando com ele, descobri muito mais coisas interessantes a respeito das "sementinhas de mostarda".
Resolvi fazer uma mini-entrevista com ele e para postar aqui.
Será na semana que vem e aproveito para pedir a ajuda de você.
Interessadas em saber um pouco mais, podem fazer suas perguntas aqui neste post até quarta-feira (09/12/09) que vou repassá-las a ele, com os devidos creditos.
Não precisa ser só sobre emagrecimento não, tá?!
Vamos participar?
Bjus a todos.

29 de nov de 2009

Tempinho

Oi!
Finalmente tenho um tempinho pra escrever alguma coisa. Mas é um tempinho bem curto mesmo.
Não estive de bobeira por esses dias e por isso ando sumida.
Só deu mesmo pra dar uma mudada no template do blog (o outro tava dando erro de scrip), mas ta valendo.
Bjus e boa semana a todos/as.
Volto depois, com alguns minutos a mais.
Se esse calor "senegalês" permitir.

19 de nov de 2009

Desejos...

Oi Bonitas!
Tem tempo né?!
Tô de férias, mas tô trabalhando. Novos horizontes estão se abrindo...
Feliz e na esperança de tudo mais melhorar.



Bjus a todos

11 de nov de 2009

Medidas extremas

Ai, ai...
Depois de tanto tempo resolvi postar.
Tava sem inspiração e tomando conta de um outro blog: Aqui, Ali, Acolá
Aproveitando minhas férias para colocar tudo em ordem e acrescentar um pouco mais.
Mudanças, mudanças!
(Lugarzinho lindo de morrer que fui visitar no final de semana passado)

Voltando ao assunto: resolvi voltar a minha RA porque o negocio aqui ta complicado e feito.
Resolvi que vou encarar a tão famosa "dieta da sopa" novamente.
Já fiz e comprovo: dá certo.
O único problema é levar até o final isso. E com esse calor que tá fazendo aqui no Rio...
Mas tô dentro e vou tentar.
Pesagem toda semana para saber se ta funcionando, também é de lei.
E quanto a foto ai de cima?! Foi ela que me inspirou, ops!, me intimou a tomar medidas mais extremas, pois as minhas fotos... rsrs
Em breve estarei postando bons resultados, com certeza.
Bjus a todos


28 de out de 2009

Acupuntura e emagrecimento

Dando continuidade ao assunto...
Ai vamos nós


EMAGRECIMENTO COM ACUPUNTURA
A ARTE DE PERDER PESO SEM PASSAR FOME
A obesidade é hoje a causa de uma infinidade de doenças.
Quando se fala em obesidade é sempre bom ressaltar que comemos não só por necessidade mas também por prazer.
É necessário que se trate um "gordinho" como alguém que gosta compulsivamente de comer.
Em minha experiência clínica, pude observar que todo obeso tem seu lado 'pinóchio'.
A coisa mais difícil de ocorrer, é um paciente obeso confessar que come abusivamente e compulsivamente. A grande maioria afirma ter uma dieta a base de verduras, frutas e vinagretes...incrível observar como nenhum deles ingere alimentos tais como biscoitos, sanduíches, picanhas, macarrão, nenhum deles come uma torta, nenhum deles vai ao McDonalds com freqüência, nenhum deles assiste ao futebol se deliciando com uma linguicinha frita com cerveja...
Enfim...engordam por obra e graça do Divino Espírito Santo.

O paciente obeso que confessa comer quantias obscenas de comida, torna-se um paciente de mais fácil tratamento justamente por esse reconhecer que tem um distúrbio.
É preciso deixar bem claro o seguinte: o obeso é obeso porque come ou comeu demais. Ponto.
Qualquer afirmação fora disso carece de embasamento científico e é mera especulação.

Existem verdadeiras lendas urbanas que afirmam que uma pessoa com distúrbios endócrinos come 50 gramas de alface com vinagretes e engorda 3 kilos. Nada disso existe de fato.
Há uma grande indústria da desinformação reinando nessa área e que alimenta uma outra indústria ainda maior...a indústria dos medicamentos, das internações e das cirurgias de redução de estômago.
Deixo aqui uma pergunta para aos leitores leigos, mas que porém apreciam a arte do raciocínio. Por que um paciente que pesa 190 kilos devido a um "distúrbio endócrino", elimina rapidamente 80% do seu sobrepeso logo após a cirurgia de redução de estômago?
Porque pára de comer, não é mesmo?
Ok...então prossigamos.


Todos buscamos fontes de prazer na vida. Uns conseguem prazer numa caminhada na beira de uma praia, outros conseguem prazer na prática sexual, outros em jogos, alguns conseguem prazer em estudos e descobertas, etc...o obeso sente prazer em COMER.
O obeso não come por fome excessiva. O obeso come para saciar uma vontade que lhe vem 'da alma'.
É como se algum mecanismo de troca em seu cérebro estivesse alterado. O obeso tentar tapar problemas pessoais com comida.
Todos já sentimos pelo menos uma vez na vida a sensação de plenitude estomacal (aquela sensação de que não cabe nem mais um bago de arroz no estômago). Geralmente sentimos isso em almoços de finais de semana na casa da avó quando essa faz o prato predileto do neto. E esse então se sacia de forma descompensada. O obeso tem a necessidade de ter essa sensação DIARIAMENTE e sempre que come.
O fato é que nosso estômago leva cerca de 20 minutos após estar saciado a nos dar o aviso de que "não quer mais comer". E, não raro, o obeso tem o hábito de comer rapidamente.
Claro que tudo que for ingerido antes do "alarme" soar e que for além da real necessidade da pessoa, acaba virando gordura. O organismo humano entende que é uma forma de armazenamento energético para o futuro como se fossemos enfrentar algum período pós nuclear.

Todo hábito compulsivo é rápido. E quando comemos compulsivamente não é diferente.
Sem freios, o organismo não tem como assimilar adequadamente o que se ingere e a conseqüência disso é o acúmulo de gordura.


SIM, DOUTOR.....MAS E DAÍ?
Bem...e daí que isso tudo tem tratamento. Essa é a melhor notícia.
A acupuntura atinge o obeso em regiões estratégicas. Veja abaixo onde a acupuntura atua no organismo quebrando o ciclo do aumento de peso.
* Apetite - A acupuntura regula " a vontade de comer " do paciente. Não há como se controlar a fome, visto que essa é apenas um aviso de que o organismo necessita de energia para se manter. Porém, há pontos de acupuntura em que se faz a regulagem do apetite, que nada mais é que a vontade de comer além daquilo que seu corpo realmente necessita.
* Eliminação - Outra coisa muito comum em pessoas com excesso de peso é a constipação (prisão de ventre constante). A acupuntura reeduca o sistema intestinal a eliminar fezes constantemente, colaborando assim na depuração corporal.
* Compulsão alimentar - A compulsão é um problema ainda mais grave que o apetite voraz. O comedor compulsivo não só tem prazer em comer excessivamente, como também se sente culpado ao término de sua gulodice. É o tipo de caso que durante muitos anos foi exclusivo de clínicas especializadas e que agora a acupuntura traz uma nova proposta a fim de minimizar esses sintomas. O comedor compulsivo é como que um "viciado em comer", e deve ser tratado de forma um pouco mais delicada.
* Qualidade do sono - A pessoa que dorme mal, vive mal. O sono de baixa qualidade é um dos fatores agravantes do estresse e da ansiedade no mundo moderno.
Um dos pontos principais do tratamento com acupuntura é resgatar a qualidade do sono do paciente bem como a sua capacidade de relaxar mesmo em situações adversas.

* Auto-estima - A visão imaginária que o gordo faz de si não é das melhores. Seus padrões de estética são alterados e muitas vezes até mesmo diferenciados. Quando se olha no espelho, o obeso vê seu peso cerca de 30% a menos do que a realidade oferece. Sabe que está bem acima do seu peso ideal mas acha que não está tão mal assim.
Dessa forma, fortalecer o que chamamos de "eu interior" do paciente, torna-se elemento indispensável à um bom caminho de volta na trajetória do emagrecimento.
* Ansiedade - Todo obeso quer perder em dias o que ganhou em anos. E se não for dessa maneira, ele acha que não vai funcionar e que também não vale a pena.
O obeso vive ansioso, dorme mal por ter a mente agitada e come excessivamente como se a comida fosse acabar a qualquer momento.
A acupuntura age nos centros reguladores da ansiedade como que um bálsamo calmante. Com o tratamento da acupuntura, o paciente se mantém em níveis de ansiedade sob controle e permite que, dessa forma, possa controlar sua alimentação de forma saudável e até mesmo seguir com algum rigor a sua dieta (coisa que ele nunca conseguiu fazer justamente devido aos altos níveis de ansiedade).

Conforme se percebe, a acupuntura "cerca o dragão" da obesidade. Ela atua onde medicamento nenhum consegue chegar. A medicina chinesa trata a obesidade não como uma doença ou uma casualidade, mas sim como um distúrbio, um conjunto de sintomas que devem ser verificados caso a caso, de forma personalizada, visando não só o emagrecimento do paciente mas também como uma grande melhora em sua qualidade de vida.
Abaixo alguma perguntas bastante freqüentes de alguns pacientes sobre emagrecimento com acupuntura.
1) Acupuntura emagrece mesmo?
- Não, acupuntura não emagrece. Quem emagrece é o paciente. É preciso entender que a acupuntura não tira um só grama da pessoa, mas a coloca em condições de começar a perder peso.
2) Se parar de fazer acupuntura a gente engorda tudo de novo?
- Claro que não. A acupuntura não é um medicamento de efeito passageiro. Ela regula o seu organismo e o coloca funcionando corretamente. Após terminado esse processo, o paciente segue sua vida normal e retorna à acupuntura quando desejar e/ou precisar novamente. Mas não que a acupuntura o torne dependente disso.

3) Quantas sessões demoram pra eu perder 10 kilos?
- Demoram o suficiente. Cada paciente perde peso de acordo com a sua estrutura corporal e de acordo com o esforço que fará durante o tratamento. Se seguir uma pequena dieta associada a pequenas caminhadas, certamente acelerará o processo de perda de peso.
Porém, se fizer acupuntura e comprar uma caixa de chocolates na primeira esquina...a situação se complica.

4) É verdade que o tratamento é com uma sutura na orelha?
- Tratamentos arcaicos como a sutura em um ponto específico da orelha vem sido abolidos ao longo dos anos. Além de não proporcionar ao paciente um perfeito equilíbrio entre os sistemas orgânicos, a sutura auricular oferece riscos (desnecessários) de inflamação. Já houve casos inclusive de amputação da orelha por infecção.

5) Mas então como é o tratamento?
- Existem pontos auriculares (nas orelhas) que são estimulados sim. Durante o tratamento no consultório, esse tratamento é feito com as agulhas comuns de acupuntura. Quando se encerra a sessão, são colocadas pequenas esferas de aço inoxidável (alguns profissionais utilizam sementes de mostarda com o mesmo efeito) em pontos estratégicos e são afixadas com esparadrapo Micropore*. Esse pontos acompanham o paciente 24 horas por dia, não saem no banho e duram cerca de 5 a 7 dias sendo trocados na próxima sessão.
Isso proporciona ao paciente um tratamento bastante consistente e sem riscos de lesões.
Claro que o tratamento nas orelhas é apenas um detalhe a mais nesse tratamento. A acupuntura realizada no corpo é elemento indispensável a quem realmente deseja fazer uma terapia efetiva e com resultados garantidos.




22 de out de 2009

Tratamento Osteoporose Gratis


Olá!
Hoje vou deixar só um informativo para o pessoal que mora no Rio de Janeiro. Tô divulgando porque a pessoa que me repassou conferiu a veracidade da noticia:
Existe um centro de pesquisa de osteoporose / CCBR - Brasil, é super organizado, limpo e totalmente grátis.
O tratamento é feito com calcitonina de salmão para a perda óssea nas mulheres pós menopausa através de exames,consultas, lanche e total acompanhamento médico periódico.
Só pode ser feito em mulheres a partir de 65 anos.
Repassem pois alguém pode precisar.
Fica na rua Mena Barreto, 33
Fones : 2527-7979
2537-8221
Médico responsável : Dr. Luis Augusto Tavares Russo
O tratamento dura 3 anos com tudo grátis, inclusive os remédios.
Bjus a todos

16 de out de 2009

Sobre o Gergelim

Oi!
Resolvi fazer uma pesquisa na internet sobre as propriedades do gergelim, já que conversando com uma amiga minha que já faz uso do "tal", me interessei bastante pelos beneficios que ele traz.
Na verdade, até então, só sabia o que a Soninha tinha me dito e tinha uma leve noção de como o grãozinho poderia ser usado.
Resolvi, então, dar uma pesquisada na net para saber um pouco mais.
Ae vai...


GERGELIM
(Sesamum indicum)

Existem três tipos de sementes de gergelim: as de cor branca, marrom e preta, sendo que a última apresenta mais características medicinais. O óleo de gergelim comumente utilizado é composto das três variedades.
O gergelim apresenta o sabor doce, característica neutra e ação principal no fígado e nos rins, nos quais aumenta a essência (Yin) e fortalece as funções. Igualmente tem efeito tonificador sobre o sangue.
Indicações para o uso do Gergelim
- Tonifica o fígado e os rins;
- Umedece os cinco órgãos;
- Fortalece os tendões e os ossos;
- Tonifica o estômago e os intestinos;
- Acalma o Qi do fígado;
- Clareia a visão;
- Refresca o sangue;
- Libera os efeitos tóxicos do calor;
- Tônico geral, principalmente após hemorragias;
- Deficiência de Qi baço/ pâncreas e dos rins;
- Fortalece os membros inferiores;
- Combate dores lombares e de joelhos, impotência sexual; reumatismos;
- Evita a queda e branqueamento precoce dos cabelos.

O gergelim é rico em vitamina A, B1, B2, E, niacina, cálcio, fósforo, ferro, fibras e, principalmente, em óleos, dos quais 40% é constituído de ácido linoléico, ácido linolênico, ácido oléico e outros.
O óleo de gergelim, largamente utilizado, deve ser empregado nas frituras vegetais, pois esta combinação evita a perda da essência dos mesmos. Também deve ser empregado para aqueles que fazem dieta exclusiva de vegetais, na qual faltam os óleos, principalmente os essenciais.
Dentre as gorduras poliinsaturadas contidas no óleo de gergelim, algumas são essenciais (ácido linoléico e ácido linolênico). O uso de óleo de gergelim é, portanto, importante, uma vez que o nosso organismo é incapaz de sintetizar esses ácidos graxos, que são indispensáveis no transporte de gorduras do sangue, promovendo assim a limpeza de gorduras saturadas sangüíneas, responsáveis pela hipercolesteroremia.
Gergelim e o Sistema Digestivo
O gergelim umedece e lubrifica os intestinos. Esta ação deve-se à presença de ácido linol presente na casca de gergelim, aumentando o peristaltismo intestinal, o trânsito do bolo alimentar e ativando a circulação sangüínea ao nível da parede intestinal. Desta maneira evita a prisão de ventre e as hemorróidas. Nas gestantes com prisão de ventre em que o uso de laxativos é contra-indicado, deve-se tomar sopa de gergelim para solucionar este inconveniente.
Gergelim e a Energia dos Rins
O gergelim nutre e fortalece a energia dos rins, aumentando, conservando e repondo a essência sexual.
Age sobre o coração, através dos rins, evitando as taquicardias. Conserva e nutre os cabelos evitando o branqueamento precoce, pois normaliza a função da melanina.
Associando-se o gergelim à papa de arroz integral, promove-se o aumento da lactação, pelo efeito já conhecido sobre a Energia do Canal Curioso do Vaso da Concepção.
Gergelim e a Energia do Fígado
O gergelim é utilizado para aumentar a acuidade visual, quer seja diurna, quer seja noturna, que é promovida pela presença de vitamina A.
A partir dos 45 anos, quando começa a diminuição da acuidade visual, é aconselhável ingerir gergelim de modo rotineiro.
Outra ação é sobre a hiperexcitabilidade do nervo periférico levando ao quadro de neurite. O gergelim também tem ação antinflamatória dos nervos periféricos.
Gergelim e o Sangue
Nutre o sangue e aumenta a produção pela presença de ferro. Também atua aumentando a resistência da parede dos vasos sangüíneos e fortalecendo todas as células do corpo.
Óleo de Gergelim
Apresenta sabor doce, característica refrescante, ligeiramente frio. Tem ação principal no intestino grosso.
Tem as funções de umedecer a secura, de favorecer o peristaltismo intestinal, de neutralizar as toxinas, de ser fortificante de Qi e de sangue, pois conserva as propriedades dos grãos de gergelim. É um meio ideal para retirar as vitaminas lipossolúveis dos vegetais.




Depois posto o super suco que a Soninha me ensinou a fazer (mais ainda não tive coragem) que vai o gergelim
Bjus a todas

14 de out de 2009

Entreolhares

Tô apaixonada por essa musica


letras de músicas no letras.com.br

Voltei!

Ui credo voltei!
Finalmente internet e telefone depois de duas semanas.
A Oi praticamente "comanda" aqui no Rio de Janeiro e, o serviço prestado não é nada bom.
Pedido de mudança de endereço da linha do telefone foi feito dois dias antes da minha mudança e, depois de duas semanas no novo endereço, finalmente consigo contato novamente.
Que saco!
Mas estou de volta e mais conectada do que nunca
Por enquanto sem muitas novidades, mas em breve...
Bjus a todos

22 de set de 2009

Estrias

O aparecimento de estrias nada mais é que uma "rachadura" na pele, que é formada por três camadas - epiderme, derme e hipoderme.
Na derme, existe uma maior concentração de fibras. O conjunto de fibras é responsável pela elasticidade da pele, já que forma um verdadeiro elástico composto de colágeno e elastina, entre outros elementos.
O rompimento destas fibras forma uma cicatriz interna e origina a estria.
As razões são as mais diversas, podendo ser um aumento rápido de peso, um grande acréscimo de massa muscular em pouco tempo, alterações hormonais, ganha e perde de peso constante, obesidade, entre outros.
A dermatologista da Unifesp, Ediléia Bagatin, afirma que estudos recentes apontam para uma tendência genética em que há um defeito da resposta do tecido conjuntivo da pele em ocasiões de estiramento exagerado.

Estrias avermelhadas são as mais recentes.

Ediléia explica que "nessa fase há um componente inflamatório", por isso a diferença na cor das estrias mais tardias.
Estas últimas são brancas e são as chamadas "cicatrizes lineares", não apresentam mais o processo inflamatório, mas sim uma certa atrofia da pele.
As promessas dos diversos cremes existentes no mercado para prevenir, ou até mesmo acabar com as estrias, parecem duvidosas. A dermatologista ressalta que ainda há dúvidas que uma boa hidratação pode prevenir ou melhorar o aspecto feio na pele causado pelas estrias. Eles apenas hidratam a pele, segundo Ediléia.
"O melhor tratamento é o uso do ácido retinóico na forma de creme, em concentrações altas, e também na forma de peeling químico", diz a dermatologista. Os cremes podem ser aplicados em casa e o peeling só sob prescrição e acompanhamento médico.



Fonte: http://minhavida.uol.com.br


*******************
Fiz, durante algum tempo, o tratamento com ácido retinóico e simplesmente não aguentei.
Sentia uma coceira enorme e, como a pele estava bastante desgastada e sensível, chegava a sangrar. Sério!
Parei porque não conseguia ficar um minuto sem coçar. Rsrsrs
Alguns amigos me chamavam de "Comichão e Coçadinha" por causa do torturante tratamento.
Depois de 7 meses, desisti.
Me interessei por esse peeling. Alguém já fez esse tipo de tratamento?

18 de set de 2009

Tô cansada, mas tô voltando

Esse bico de servente de pedreiro que eu arrumei tá me matando! Rsrsr
Enfim a obra já esta bem encaminhada e em breve sai a mudança.
Aproveito para postar os quadrinhos que ganhei da minha amiga Graça.
Ficaram muito lindos e, lógico, vão enfeitar minha nova cozinha.

Tô cansadinha, mas volto logo.
Bjus a todos

11 de set de 2009

Mudança


Oi Bonitas!
Ainda bem que, finalmente, minha mudança esta começando.
Não aguentava mais tanta baguunça em casa...
Mas ta valendoe agora vai.
E por esse motivo vou demorar um pouquinho a postar. Até vou tentar escrever e postar algumas "coisinhas" interessantes, mas se demorar e por um motivo nobre. Rsrsrs
Bjus a todos

6 de set de 2009

Entulho pós-moderno

Saiba onde descartar o lixo eletroeletrônico, um novo item que se soma à vasta lista de problemas que afetam a ecologia

Jogar fora um computador usado ou um celular antigo é difícil. A lixeira, com certeza, não é o lugar mais adequado. Artefatos eletroeletrônicos contêm materiais que demoram a se decompor – plástico, metal e vidro – e outros altamente prejudiciais à saúde, como mercúrio, chumbo, cádmio, manganês e níquel.


"Quando jogadas no lixo comum, que segue para aterros sanitários, essas substâncias penetram no solo, contaminando lençóis freáticos e, aos poucos, animais e seres humanos", diz o professor do Instituto de Química da UFRJ Júlio Carlos Afonso.


De acordo com uma pesquisa da Fundação Getulio Vargas, o Brasil atingiu, em maio, 60 milhões de computadores em uso. "A rápida obsolescência dos modelos e a compulsão por comprar os últimos lançamentos levam a um descarte anual de 1 milhão de computadores no país", calcula Afonso.


Apesar disso, não existe ainda lei ou norma federal que regule o descarte de resíduos eletrônicos. Há algumas soluções, mas o problema está longe de ser resolvido. Veja a seguir o que fazer para cuidar do e-lixo:


*Pilhas e baterias: uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) determina que, a partir de novembro de 2010, fabricantes ou importadores de pilhas e baterias serão responsáveis pela coleta desses materiais. O usuário poderá devolver o produto à loja onde o comprou, ou à assistência técnica autorizada, para que seja encaminhado ao fabricante. Alguns revendedores já cumprem a determinação. Outra opção é utilizar um dos 500 coletores seletivos da Comlurb – os de cor verde – espalhados pela cidade. As agências do Banco Real também têm urnas especiais para o depósito desses materiais.


*Aparelhos e baterias de celular: o descarte pode ser feito em urnas especiais existentes nas lojas das operadoras Claro,Vivo, Oi e Tim. De lá, o conteúdo segue para reciclagem, que reaproveita até 80% do material.


*Computadores e outros equipamentos de informática: os que ainda funcionam podem ser doados ao Comitê para Desenvolvimento da Informática (CDI), ONG que recupera os equipamentos para uso nos chamados projetos de inclusão digital (3546-6570, das 9 às 18 horas). Mensalmente, a entidade recebe cerca de 400 equipamentos, mas apenas 15% são aproveitados. "Recebemos muito material sucateado, impossível de ser recuperado", diz o fundador e diretor executivo do CDI, Rodrigo Baggio. "As pessoas não sabem o que fazer com esse lixo." Os 85% restantes são reciclados e deles resultam 5 toneladas de plástico e 10 toneladas de ferro por ano.


*Geladeiras, micro-ondas, TVs, DVDs e outros eletrodomésticos: a Comlurb tem um serviço de remoção gratuito ( 2204-9999 - aqui no Rio de Janeiro - de segunda a sexta, das 6 às 22 horas) e encaminha o material para uma triagem, feita por catadores de recicláveis.

4 de set de 2009

Bj

3 de set de 2009

Síndrome de Burnout


A chamada Síndrome de Burnout é definida por alguns autores como uma das conseqüências mais marcantes do estresse profissional, e se caracteriza por exaustão emocional, avaliação negativa de si mesmo, depressão e insensibilidade com relação a quase tudo e todos (até como defesa emocional).



O termo Burnout é uma composição de burn=queima e out=exterior, sugerindo assim que a pessoa com esse tipo de estresse consome-se física e emocionalmente, passando a apresentar um comportamento agressivo e irritadiço.



Essa síndrome se refere a um tipo de estresse ocupacional e institucional com predileção para profissionais que mantêm uma relação constante e direta com outras pessoas, principalmente quando esta atividade é considerada de ajuda (médicos, enfermeiros, professores).



Outros autores, entretanto, julgam a Síndrome de Burnout algo diferente do estresse genérico. Para nós, de modo geral, vamos considerar esse quadro de apatia extrema e desinteresse, não como sinônimo de algum tipo de estresse, mas como uma de suas conseqüências bastante sérias.



De fato, esta síndrome foi observada, originalmente, em profissões predominantemente relacionadas a um contacto interpessoal mais exigente, tais como médicos, psicanalistas, carcereiros, assistentes sociais, comerciários, professores, atendentes públicos, enfermeiros, funcionários de departamento pessoal, telemarketing e bombeiros. Hoje, entretanto, as observações já se estendem a todos profissionais que interagem de forma ativa com pessoas, que cuidam e/ou solucionam problemas de outras pessoas, que obedecem técnicas e métodos mais exigentes, fazendo parte de organizações de trabalho submetidas à avaliações.



Definida como uma reação à tensão emocional crônica gerada a partir do contato direto, excessivo e estressante com o trabalho, essa doença faz com que a pessoa perca a maior parte do interesse em sua relação com o trabalho, de forma que as coisas deixam de ter importância e qualquer esforço pessoal passa a parecer inútil.



Entre os fatores aparentemente associados ao desenvolvimento da Síndrome de Burnout está a pouca autonomia no desempenho profissional, problemas de relacionamento com as chefias, problemas de relacionamento com colegas ou clientes, conflito entre trabalho e família, sentimento de desqualificação e falta de cooperação da equipe.



Os autores que defendem a Síndrome de Burnout como sendo diferente do estresse, alegam que esta doença envolve atitudes e condutas negativas com relação aos usuários, clientes, organização e trabalho, enquanto o estresse apareceria mais como um esgotamento pessoal com interferência na vida do sujeito e não necessariamente na sua relação com o trabalho.


Entretanto, pessoalmente, julgamos que essa Síndrome de Burnout seria a conseqüência mais depressiva do estresse desencadeado pelo trabalho.




O que é Síndrome de Burnout


A Síndrome de Burnout é uma resposta ao estresse ocupacional crônico e caracterizada pela desmotivação, ou desinteresse, mal estar interno ou insatisfação ocupacional que parece afetar, em maior ou menor grau, alguma categoria ou grupo profissional.


Trata-se de um conjunto de condutas negativas, como por exemplo a deterioração do rendimento, a perda de responsabilidade, atitudes passivo-agressivas com os outros e perda da motivação, onde se relacionariam tanto fatores internos, na forma de valores individuais e traços de personalidade, como fatores externos, na forma das estruturas organizacionais, ocupacionais e grupais.


A Síndrome de Burnout traz conseqüências não só do ponto de vista pessoal, senão também do ponto de vista institucional, com é o caso do absenteísmo, da diminuição do nível de satisfação profissional, aumento das condutas de risco, inconstância de empregos e repercussões na esfera familiar.





O quadro evolutivo tem 4 níveis de manifestação:



1o. nível - Falta de vontade, ânimo ou prazer de ir a trabalhar. Dores nas costas, pescoço e coluna. Diante da pergunta o que você tem? normalmente a resposta é "não sei, não me sinto bem"


2o. nível - Começa a deteriorar o relacionamento com outros. Pode haver uma sensação de perseguição ("todos estão contra mim"), aumenta o absenteísmo e a rotatividade de empregos.


3o. nível - Diminuição notável da capacidade ocupacional. Podem começar a aparecer doenças psicossomáticas, tais como alergias, psoríase, picos de hipertensão, etc. Nesta etapa se começa a automedicação, que no princípio tem efeito placebo mas, logo em seguida, requer doses maiores. Neste nível tem se verificado também um aumento da ingestão alcoólica.


4o. nível - Esta etapa se caracteriza por alcoolismo, drogadicção, idéias ou tentativas de suicídio, podem surgir doenças mais graves, tais como câncer, acidentes cardiovasculares, etc. Durante esta etapa ou antes dela, nos períodos prévios, o ideal e afastar-se do trabalho.



Os sintomas básicos dessa síndrome seriam, inicialmente, uma exaustão emocional onde a pessoa sente que não pode mais dar nada de si mesma. Em seguida desenvolve sentimentos e atitudes muito negativas, como por exemplo, um certo cinismo na relação com as pessoas do seu trabalho e aparente insensibilidade afetiva.



Finalmente o paciente manifesta sentimentos de falta de realização pessoal no trabalho, afetando sobremaneira a eficiência e habilidade para realização de tarefas e de adequar-se à organização.



Esta síndrome é o resultado do estresse emocional incrementado na interação com outras pessoas. Algo diferente do estresse genérico, a Síndrome de Burnout geralmente incorpora sentimentos de fracasso. Seus principais indicadores são: cansaço emocional, despersonalização e falta de realização pessoal.





Quadro Clínico



O quadro clínico da Síndrome de Burnout costuma obedecer a seguinte sintomatologia:



Esgotamento emocional, com diminuição e perda de recursos emocionais

Despersonalização ou desumanização, que consiste no desenvolvimento de atitudes negativas, de insensibilidade ou de cinismo para com outras pessoas no trabalho ou no serviço prestado.
Sintomas físicos de estresse, tais como cansaço e mal estar geral.



Manifestações emocionais do tipo: falta de realização pessoal, tendências a avaliar o próprio trabalho de forma negativa, vivências de insuficiência profissional, sentimentos de vazio, esgotamento, fracasso, impotência, baixa autoestima.



É freqüente irritabilidade, inquietude, dificuldade para a concentração, baixa tolerância à frustração, comportamento paranóides e/ou agressivos para com os clientes, companheiros e para com a própria família.



Manifestações físicas: Como qualquer tipo de estresse, a Síndrome de Burnout pode resultar em Transtornos Psicossomáticos. Estes, normalmente se referem à fadiga crônica, freqüentes dores de cabeça, problemas com o sono, úlceras digestivas, hipertensão arterial, taquiarritmias, e outras desordens gastrintestinais, perda de peso, dores musculares e de coluna, alergias, etc.



Manifestações comportamentais: probabilidade de condutas aditivas e evitativas, consumo aumentado de café, álcool, fármacos e drogas ilegais, absenteísmo, baixo rendimento pessoal, distanciamento afetivo dos clientes e companheiros como forma de proteção do ego, aborrecimento constante, atitude cínica, impaciência e irritabilidade, sentimento de onipotência, desorientação, incapacidade de concentração, sentimentos depressivos, freqüentes conflitos interpessoais no ambiente de trabalho e dentro da própria família.



Apesar de não ser possível estabelecer uma fórmula mágica ou regra para análise do estresse no trabalho devido a grande diversidade entre as empresas, vejamos agora algumas situações mais comumente relacionadas ao estresse no trabalho, de um modo geral.



Considera-se a Síndrome Burnout como provável responsável pela desmotivação que sofrem os profissionais da saúde atualmente. Isso sugere a possibilidade de que esta síndrome esteja implicada nas elevadas taxas de absenteísmo ocupacional que apresentam esses profissionais.



Segundo pesquisas (Martínez), a epidemiologia da Síndrome de Burnout tem aspectos bastante curiosos. Seu detalhado trabalho mostrou que os primeiros anos da carreira profissional profissional seriam mais vulneráveis ao desenvolvimento da síndrome.



Há uma preponderância do transtorno nas mulheres, possivelmente devido à dupla carga de trabalho que concilia a prática profissional e a tarefa familiar. Com relação ao estado civil, tem-se associado a síndrome mais com as pessoas sem parceiro estável.





SÍNDROME DE BURNOUT

EVOLUÇÃO



Em geral o curso da Síndrome de Burnout se caracteriza pelo seguinte:


1 - É insidioso. A evolução do quadro é paulatina e pouco a pouco os sintomas vão surgindo, oscilando com intensidade variável.


2 - Há uma tendência em negá-la. O próprio paciente se nega a aceitar as diferenças que os outros observam nele, portanto, a síndrome é notada primeiro pelos companheiros.


3 - Existe uma fase irreversível. Entre 5% e 10 % dos pacientes com essa síndrome adquire gravidade tal que resulta irreversível se não deixar o trabalho. Esse grau mais grave predomina em profissionais médicos.


O quadro evolutivo tem 4 níveis de manifestação:


1o. nível - Falta de vontade, ânimo ou prazer de ir a trabalhar. Dores nas costas, pescoço e coluna. Diante da pergunta o que você tem? normalmente a resposta é "não sei, não me sinto bem"


2o. nível - Começa a deteriorar o relacionamento com outros. Pode haver uma sensação de perseguição ("todos estão contra mim"), aumenta o absenteísmo e a rotatividade de empregos.


3o. nível - Diminuição notável da capacidade ocupacional. Podem começar a aparecer doenças psicossomáticas, tais como alergias, psoríase, picos de hipertensão, etc. Nesta etapa se começa a automedicação, que no princípio tem efeito placebo mas, logo em seguida, requer doses maiores. Neste nível tem se verificado também um aumento da ingestão alcoólica.


4o. nível - Esta etapa se caracteriza por alcoolismo, drogadicção, idéias ou tentativas de suicídio, podem surgir doenças mais graves, tais como câncer, acidentes cardiovasculares, etc. Durante esta etapa ou antes dela, nos períodos prévios, o ideal e afastar-se do trabalho.


Ballone GJ - Síndrome de Burnout - in. PsiqWeb Psiquiatria Geral, Internet, última revisão, 2002 - disponível em http://www.psiqweb.med.br/cursos/stress4.html

29 de ago de 2009

Que bom que é sabado

Oi Bonitas!
Que bom que é sábado. E esse final de semana eu tirei para ficar em casa.
Apesar da bagunça em que ela se encontra (por causa de uma mudança que nunca acontece), resolvi curtir minhas coisinhas, costurar um pouco, me divertir.
"Fuxiquei" a tarde toda e estou cheia de ideias para as camisas que estou criando (qdo estiverem prontas, eu posto algumas fotos aqui).
E a casa continua uma bagunça mas, finalmente, a mudança vai sair.
To feliz porque vai ser um novo momento pra mim. Apesar de só ter morado nessa casa por 2 anos, quero um espaço completamente diferente: mais cor, ideias e energias diferentes.
Agora é só esperar.
*************************
E como estou com vontade de comer chocolate, meu vicio cruel.
Mas sigo firme e forte nessa batalha e só comi uma vez durante essa semana.
E olha que isso já é uma vitória para quem sente até tremedeira quando ta um tempão sem comer. Deve ser abstinência. Rsrs
Bjus e bom domingo.

P.S.: Depois, quem sabe amanhã, falo um pouquinho das minhas crises de abstinência do chocolate. Quero saber se mais alguém passa por isso que eu passo.
Bjus

27 de ago de 2009

Bota-fora da Mônica

Oi!
Hoje resolvi postar uma foto do bota-fora de uma grande amiga minha.
Como ela é uma das poucas pessoas que conheço que não possui Orkut, resolvi colocar aqui no blog mesmo.
Uma querida que conheci na Faculdade e logo vimos que nos tornaríamos amigas.
Estou muito feliz e orgulhosa por sua conquista, mas doida que você volte logo pro Rio.
Bjokas Moniquete.

23 de ago de 2009

São tantas emoções

Final de semana de muitas emoções.
Niver de 85 anos da minha Tia, familia reunida, festa da boa: é claro que qualquer ser humano fraco meteria o pé na jaca.
Mas não estou arrependida e até gostei: o fato de ter voltado para minha RA, me mostrou que não posso aproveitar o final de semana para "tirar o atraso".
O pior (mas é o melhor) de tudo é que parei de tomar refrigerante e como sempre fui tarada por salgadinho com Coca-Cola, dessa vez me lasquei.
Passei a festa toda a água. E comer salgadinho tomando água... Ninguém merece!
Fiquei super enjoada! Mas valeu!
Já é a segunda vez e, um dia eu aprendo.
Fiquei feliz por minha Tia, que ficou super emocionada. Afinal chegar aos 85 anos, super bem e saudavel não é pra qualquer um não. Dá até gosto envelhecer.
Muitas fotos e filmagens que certamente irão para o Youtube.
Bjus a todos e boa semana.

A pergunta que não quer calar de domingo é: A vitória de hoje foi sorte, competencia ou simplesmente "cagada".
Desculpe, mas não me convence. KKKKKKKK

20 de ago de 2009

Propagandinha

Passando hoje para fazer uma pequena propaganda do blog: http://ateliedudaecissa.blogspot.com
No Ateliê Duda e Cissa você encontra uma variedade enorme de produtos pra vpcê e pra sua casa.
Por enquanto somente alguns produtos estão expostos para venda, mas é só acompanhar que vai ter sempre novidades.
Querendo também, dá uma olhadinha na nossa lojinha virtual no site Elo7.
Bjus e até mais

17 de ago de 2009

Sai Porquinho!

Oi Bonitas! Tô voltando com força total.
Depois do abraço do porquinho, e põe abraço nisso, já circulo pelas ruas do Rio e adjacências.
Que barra! E que horror!
Nunca me senti tão mal assim. Sem vontade de fazer nada, nem comer.
O pior é que nem com a possessão do suíno eu emagreci.
Coisas da vida! E bola pra frente.

Depois do Globo Repórter de sexta (que eu não vi) várias formulas mirabolantes e milagrosas bateram no meu e-mail e, o papo rendeu até hoje no trabalho.
Deixei isso tudo pra lá, já que voltei pra minha RA e to cortando algumas "cositas" do meu cardápio. Afinal o que foi falado já faz parte da minha dieta diária a muito tempo.
Mas é sempre bom e divertido ouvir suas amigas e colegas achando que "agora vai" só por causa do Globo Repórter (santos e-mails).

Conversando sobre alimentação natural com uma amiga que é atleta, fiquei conhecendo uma dieta muito, mas muito natural: frutas, legumes, verduras e grãos (tudo junto) e suco de soja etc etc.
Achei bacana porque sei que ela leva isso muito a serio e eu vejo o resultado nela.
Penso em iniciar isso, mas não como dieta e sim substituição. Aos poucos.
Foi ela também que me deu uma dica interessante, que vou procurar mais informações sobre: acrescentar o gergelim na alimentação diária.
Ela me disse que o "tal" é um remédio natural para o cansaço físico e mental.
Vale a pena procurar sobre isso.
Se achar algo posto aqui.
Bjokas

14 de ago de 2009

Você pode estar ingerindo benzeno


Recebi e achei bem interessante. É sempre bom estarmos atualizadas.



Três meses depois de alerta sobre benzeno em refrigerantes fábricas mantêm fórmulas

Alex Rodrigues

Da Agência Brasil

Em Brasília



Milhares de brasileiros que consomem refrigerantes podem, sem saber, estar ingerindo benzeno, uma substância comprovadamente cancerígena. Apesar de a associação de defesa dos consumidores Pro Teste ter feito o alerta no início de maio, até o momento nenhuma providência foi tomada nem pelos órgãos competentes, nem pelas empresas.

Eles não negam a denúncia e alegam que cumprem os requisitos contidos na legislação brasileira. De acordo com o Ministério da Agricultura, "não há limite estabelecido oficialmente para o benzeno em refrigerantes".

Segundo a coordenadora institucional da Pro Teste, a advogada Maria Inês Dolci, o objetivo inicial da entidade era apenas analisar a higiene e o valor nutricional das bebidas.

Para surpresa dos pesquisadores, sete das 24 amostras de diferentes marcas submetidas a testes revelaram indícios de benzeno: Fanta laranja; Fanta laranja light; Sukita; Sukita Zero; Sprite Zero; Dolly Guaraná e Dolly Guaraná diet.

Como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), responsável pelo controle e fiscalização dos produtos e serviços que envolvam risco à saúde pública, não estabelece limites para a presença da substância em refrigerantes, os pesquisadores se basearam nos parâmetros legais sobre a existência do benzeno na água para definir um referencial "considerado aceitável" à saúde humana.

Mesmo por esse critério - que o próprio Ministério da Agricultura considera "inadequado" -, a Fanta Laranja Light e a Sukita Zero foram reprovadas. No caso da Sukita Zero, a concentração da substância excedia em quatro vezes o valor de referência.

Responsável por registrar os produtos, o ministério informa que é possível que o benzeno se forme a partir da reação entre o ácido benzóico, empregado como conservante, e o antioxidante ácido ascórbico.

Sobre o risco de os refrigerantes conterem benzeno, no entanto, o ministério se limitou a informar que, não havendo limites estabelecidos oficialmente para a presença do "contaminante" em refrigerantes, apenas checa se os ácidos benzóico e ascórbico são usados conforme permitido pela Anvisa.

A agência, por sua vez, informou que "o uso do ácido benzóico em bebidas não alcoólicas" é permitido e que o Ministério da Agricultura "deve checar se os limites de uso desses aditivos está sendo respeitado" ao conceder o registro do produto.

Em resposta enviada à Agência Brasil, nenhuma menção é feita ao benzeno, embora já em 2003 a própria Anvisa tenha proibido a fabricação, distribuição e comercialização de produtos que contenham a substância, caracterizada pela International Agency Research on Cancer (Iarc) como "comprovadamente cancerígena".

"O assunto é sério. Muitas pessoas consomem refrigerantes e já que constatamos a presença de benzeno em algumas bebidas, há uma responsabilidade muito grande dos órgãos reguladores e da indústria", disse a coordenadora da Pro Teste à Agência Brasil.

"Esperamos que sejam adotadas as medidas cabíveis para que seja proibida a presença de benzeno nas bebidas. Sugerimos que os fabricantes substituam um dos dois ácidos do processo industrial e que os órgãos competentes elaborem uma legislação específica que proíba a presença do benzeno em refrigerantes".

Em resposta enviada à Pro Teste, a Coordenadoria Geral de Vinhos e Bebidas do ministério disse estar levantando informações com os fabricantes sobre quais deles usam a combinação dos ácidos benzóico e ascórbico, "que podem causar a formação do benzeno".

O ministério garantiu que está adotando "as medidas necessárias para desenvolver uma metodologia capaz de detectar a presença do benzeno em bebidas".

Falando em nome da Coca-Cola (fabricante da Sprite Zero, Fanta Laranja e Fanta Laranja Light), da Ambev (Sukita e Sukita Zero) e da empresa Dolly - procuradas pela reportagem para comentar o assunto e esclarecer se, confirmada a denúncia, alguma providência havia sido tomada -, a Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes (Abir) informou que seus associados não tiveram acesso à pesquisa, não podendo comentá-la.

A entidade informou também que os produtos citados são registrados "e seus componentes e fórmulas obedecem a todos os requisitos da legislação brasileira de saúde".