28 de dez de 2008

Fui fraca

Se eu achava que não ia me controlar, agora tive a certeza.

Esse período de Natal é terrível pra mim.
Já me disseram: "Nunca duvide do poder do mal!"
Tanto não duvidei, quanto senti na pele!
Quantas RABANADAS um ser humano normal é capaz de consumir em alguns minutos?
Qual é o estrago que isso pode fazer com esse ser humano?
E aquela máxima : "Um minuto de prazer e o resto da vida para se arrepender", agora mais do que nunca faz parte do meu vocabulário.

Todo ano espero minha mãe ou meu marido acabarem de fritar as rabanadas e caio dentro. Apesar de saber que quando como a dita cuja quente, eu passo mal. Esse ano não foi diferente.
6 super calientes em 15 minutos foram suficientes para acabar com a alegria dos 2 kg perdidos durante a semana e provocar um enjoo daqueles. Mas eu mereci!
O mal se mostra, realmente, de várias formas, rsrsrs. E o pior, se mostra todos os dias na frente do espelho.
O pior é que a danada é gostosa.

Depois de ter assumido minha fraqueza diante de um pedaço de pão frito, passado no leite condensado e no açucar e canela (Hum!!!), prometi para mim mesma que iria voltar a correr amanhã; espantaria essa preguiça que não me larga e tentaria novamente me impor alguns limites, eis que aparece meu marido com dois pães de rabanada.
Fala serinho!!!
Tô fora e já passei os pães pra uma irmã.

Uma das coisas que quero mudar em 2009 é o meu peso. Quero voltar ao peso de 1 ano e meio atrás. Ai que beleza! E vou conseguir... Talvez role uma academia também. Isso se meus horários permitirem.

25 de dez de 2008

E o tempo vai passando...

Hoje acordei inspirada.
Aproveitei pra ficar um pouquinho na net aprendendo um pouco mais sobre informática.
Há muito tempo eu descobri que a internet não é só um instrumento que pode ser usado para o mal...rs
Com um pouquinho de vontade e "paciência" dá pra se achar muita coisa interessante de graça, que sai do básico de sempre.
Resolvi mudar isso aqui tb. Ainda não estou satisfeita, mas vou conseguir chegar ao que eu quero.
Tô gostando bastante desses "cursos" que muitas vezes se mostram pra mim de forma muito pouco didática. Mas tá valendo! E muito.
Só vou dar um tempo e começar a estudar em casa. Pegar firme para concursos publicos. Aqui no Rio é quase uma guerra passar para um concurso bom.
Pensando bem, passar para um concurso ruim tb. Rs

Meu Natal esse ano não foi Natal. Apesar da familia grande, resolvi ficar um pouco sozinha refletindo e lembrando do meu Pai. Passou tão batido que meia noite já estava dormindo. Não ouvi fogos, comemoração, nada.
Minha família é linda e querida. Hoje estivemos juntos e foi muito bom.
E o tempo vai passando...

23 de dez de 2008

Feliz Natal

19 de dez de 2008

..b..b..b..b..

Credo! Que chuva!!!
Já ta começando a ficar preocupante. Aqui no Rio quando começa a chover muito...
Mas o importante é tentar aproveitar o final de semana. Segunda a rotina trabalho/casa recomeça. Ai, ai...

Hoje recebi mais uns e-mails sobre a dieta dissociada.
Acho que é por ai. Ainda mais nesse periodo de "Festas" que é uma comidaria só. Parece mais orgia gastronômica. rs

16 de dez de 2008

Quinua?

Oi gente!
Final de semana só passei pra dar uma olhadinha nas atualizações.
Preguicinha boa! Ainda mais que só chove aqui no Rio...

Ontem resolvi tomar vergonha na cara e recomecei o que não deveria ter parado nunca: RA
Meu vício por chocolate está cada dia maior e fica difícil controlar a vontade às vezes, mas conseguindo.
E ainda cortei os carboidratos do meu jantar. Vamos ver se dá para aguentar.
Falo isso, ops, escrevo isso porque com a "comidaria" do final de ano a tentação aumenta e, muitas rabanadas virão.
Mas aguentando firme. Quando penso em comer mais do que o necessário, me vem a imagem da praia, num dia super ensolarado,o mar morno chamando e o meu maiô novo. rs

Hoje resolvi pesquisar na net alguns alimentos que eu poderia acrescentar na minha dieta.
Fibras, principalmente, que ajudam a saciar e comer muito menos.
Ja conhecia, de nome, um chamado quinua, mas nunca tinha me interessado em saber um pouco mais sobre esse alimento.
Conversando com umas amigas e, por coincidência, vendo hoje num programa na televisão uma reportagem sobre o assunto, me interessei em buscar mais.
Parece interessante e vale a pena tentar usar.

Achei um texto bem legal na "Boa Forma":


Quinua, a proteína do século 21

O grão, consumido pela população andina há mais de 500 anos, foi recentemente considerado pela ONU como o alimento mais completo do planeta. Para quem quer conquistar músculos, não tem nada mais apetitoso

por Cida de Oliveira fotos Alfredo Franco

Se você ainda não ouviu falar dela, aguarde: a quinua é o alimento mais festejado do momento. Ótima fonte de proteína, carboidrato de baixo índice glicêmico, gordura saudável, vitamina e minerais, esse grão ainda tem outra grande qualidade.
“Seus aminoácidos (componentes da proteína) são combinados na medida certa para atender às necessidades do organismo”, atesta Jaime Amaya Farfán, coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação, da Universidade de Campinas (Unicamp).
Para começar, cada grão tem 20 aminoácidos diferentes, entre eles a metionina e a lisina, responsáveis pela formação da proteína completa, e que é quase uma exclusividade dos alimentos de origem animal.

O que você ganha com isso?
Proteína tem tudo a ver com o efeito do seu treino e com sua boa forma – ajuda a aumentar e manter o volume dos músculos, o que acelera o ritmo do metabolismo e faz o corpo queimar mais calorias.
“Completa e de fácil digestão, a proteína da quinua é perfeita até para quem pega pesado nos exercícios”, assegura a terapeuta nutricional Gabriela Marques, de São Paulo.
Aliás, esse novo herói do prato saudável é também uma excelente alternativa protéica para quem não come carne.
Além da proteína e do carboidrato, o poderoso grão esbanja ômega 3 e 6, gorduras do bem que impedem a deposição de gorduras maléficas nas artérias.

Esse trio de nutrientes controla a liberação de glicose, impedindo aquele sobe-e-desce do açúcar no sangue que dá fome rapidinho.
O mix de vitaminas (tiamina, riboflavina, niacina e vitamina E), fibras e minerais (magnésio, potássio, zinco e manganês) e a ausência de glúten (ótima notícias para quem tem alergia a esse elemento) somam mais pontos na ficha nutricional da quinua.
O que os estudiosos estão tentando descobrir agora é se o vegetal, originalmente cultivado nas altas montanhas da Bolívia, possui fitoestrógenos semelhantes ao da soja — substâncias naturais que imitam a ação de certos hormônios, ajudando a amenizar os sintomas da TPM e da menopausa.


Fonte: http://boaforma.abril.com.br/edicoes/221/fechado/Dieta/conteudo_257.shtml

12 de dez de 2008

Aprendendo com o Solzinho

Final de semana... que bom!
Apesar da chuva, que limita as saidas de casa mas que eu adoro, vou tentar dar uma espairecida.
Tô doida pra esse ano terminar logo.
Não que eu acredite que com a virada do ano, passamos a ter novas perspectivas, planos etc.
Acho que isso é essencial no dia-a-dia. Ajuda a manter acesas as esperanças... rs
E faço disso minha rotina diária.
Mas esse ano... vou te contar!?! Muitas surpresas desagradáveis, perdas irraparaveis e, uma tristeza...
Mas minha rotina continua sendo essa: além de pensar positivo, ser feliz e fazer com que os meus também sejam felizes.

Recebi e quero passar adiante:

COMO MANTER-SE JOVEM

1. Deixe fora os números que não são essenciais. Isto inclui a idade, o peso e a altura.
Deixe que os médicos se preocupem com isso.

2. Mantenha só os amigos divertidos. Os depressivos puxam para baixo.
(Lembre-se disto se for um desses depressivos!)

3. Aprenda sempre:
Aprenda mais sobre computadores, artes, jardinagem, o que quer que seja.
Não deixe que o cérebro se torne preguiçoso.
'Uma mente preguiçosa é oficina do Alemão.' E o nome do Alemão é Alzheimer!
4. Aprecie as pequenas coisas.

5. Ria muitas vezes, durante muito tempo e alto.
Ria até lhe faltar o ar. E se tiver um amigo que o faça rir, passe tempo com ele!

6. Quando as lágrimas aparecerem.Aguente, sofra e ultrapasse.
A única pessoa que fica conosco toda a nossa vida somos nós próprios. VIVA enquanto estiver vivo.

7. Rodeie-se das coisas que ama:
Quer seja a família, animais, plantas, hobbies, o que quer que seja.
O seu lar é o seu refugio.

8. Tome cuidado com a sua saúde:
Se é boa, mantenha-a. Se é instável, melhore-a. Se não consegue melhorá-la, procure ajuda.

9. Não faça viagens de culpa.
Faça uma viagem ao centro comercial, até a um país diferente, mas NÃO para onde haja culpa.

10. Diga às pessoas que as ama a cada oportunidade.


Bom final de semana
Bjus

10 de dez de 2008

60 Anos de Direitos Humanos?

PARIS (AFP) — Há 60 anos, no dia 10 de dezembro de 1948, a Assembléia Geral das Nações Unidas aprovava em Paris a Declaração Universal dos Direitos Humanos, texto fundador que rege o direito internacional desde a Segunda Guerra Mundial, embora seus ideais continuem distantes e, muitas vezes, questionados.

Várias manifestações estão previstas na data comemorativa, principalmente na França - na quarta-feira, uma cerimônia será organizada no Palácio Chaillot, em Paris, onde o texto foi ratificado.
Estarão presentes representantes da ONU, da Comissão Européia e de organizações de defesa dos direitos humanos.

Inspirada na declaração francesa dos direitos humanos e do cidadão, de 1789, e na declaração de Independência dos Estados Unidos, de 1776, a Declaração Universal dos Direitos Humanos tem em sua origem o trauma provocado pela Segunda Guerra Mundial e pelo genocídio nazista.

"Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direito", proclama o primeiro artigo da Declaração, que em trinta pontos enumera os direitos humanos, civis, econômicos, sociais e culturais "inalienáveis" e "indivisíveis".

O texto foi adotado pelos então 58 Estados membros da Assembléia Geral da ONU, com exceção da União Soviética, dos países do Leste europeu, da Arábia Saudita e da África do Sul, que se abstiveram.

A URSS e seus países satélites insistiam nos "direitos reais", econômicos e sociais, contra os "direitos burgueses" civis e culturais defendidos pelos ocidentais.

Os dois pactos coativos que, junto com os direitos humanos, constituem a Carta dos Direitos Humanos da ONU, no entanto, só foram adotados em 1966.

Mesmo sem valor coativo, a DUDH inspirou todos os tratados internacionais do pós-guerra, e é reconhecida como o fundamento do direito internacional relativo aos direitos humanos.

As convenções internacionais para banir a discriminação contra as mulheres, de 1979, além das convenções contra a tortura (1984) e pelos direitos das crianças (1990), junto com a criação da Corte Penal Internacional (CPI) em 1998 são fruto da DUDH.

A Declaração também inspirou "o direito de ingerência" e de assistência humanitária, da qual o chanceler francês, Bernard Kouchner, é um grande defensor.
Entretanto, o documento não impediu a realização de um novo genocídio - em Ruanda, em 1994 - nem a violação cotidiana dos direitos fundamentais em diversas partes do mundo.

Por outro lado, os direitos humanos continuam sendo uma "ideologia", segundo o termo usado pelo ex-ministro francês da Justiça, Robert Badinter - ideologia esta rejeitada por alguns países, que denunciam uma visão exclusivamente ocidental e que questionam seu caráter universal.

"Há uma corrente soberanista - cada um é dono em sua casa - representada sobretudo por China, Venezuela, Cuba e Birmânia, e uma corrente islamita, que acredita que os direitos humanos são o produto de um pensamento religioso revelado", explicou Badinter numa recente entrevista em Paris.

Para este militante convicto da universalidade dos direitos humanos, o mundo está regredindo nesta área, com episódios como os atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos e políticas "desastrosas" como as empreendidas por Washington e pelas democracias européias a pretexto da luta contra o terrorismo.

"Renunciamos aos que pretendíamos defender, e vamos sofrer as conseqüências disso por um longo tempo", alertou Badinter


Fonte: http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5gPb4Wvq3Sk7uf5p1UE3E2K4m_Jpw


Essa postagem de hj faz parte de uma iniciativa do Sam Cyrous do blog "Fênix ad Eternum"
Uma postagem coletiva, que não só nos fez divulgar os 60 anos da assinatura dos Direitos Humanos, como tb fez refletir (pelo menos eu) sobre a condição do ser humano no mundo atual e, principalmente, no Brasil.
Devemos comemorar sim, mas sabendo que ainda há muita luta pela frente.

9 de dez de 2008

Momento Flashback 1

Terça-feira em casa.
Devagarinho as coisas vão entrando nos eixos, de novo.

Momento Flashback
Como prometi, hj vou colocar umas fotos que foram tiradas nas trilhas que eu fiz esse ano (de julho pra cá), pra mostrar um pouquinho do meu Rio.

Pedra do Sino - Teresópolis
Essa trilha teve a duração de 6h e 40min. Não tem como ter noção!
Foi massacrante, cansativa, divertida e maravilhosa.
Minha coluna ficou em frangalhos. Perdi uma unha. Não aguentava mais miojo e o frio de -2 graus que pegamos nas duas noites que ficamos acampados lá foi de doer.
Só falei das coisas ruins que aconteceram?
As imagens mostram o que foi tão bonito e imperdível nisso tudo (julho/2008).

O pôr-do-sol mais lindo que alguem jamais pode imaginar.
Sem exageros...



Pico do Papagaio - Rio
Essa trilha fica na Floresta da Tijuca
Lugar bem bonito. Trilha leve e gostosa que fizemos com um pacote de biscoito e dois litros d'água. (Agosto/2008)

7 de dez de 2008

:(


Depois de uma semana bastante triste, me animei hj em postar alguma coisa.
Na verdade perdi o ânimo de fazer qualquer coisa e as vezes bate uma depressão horrorosa.
Perdi uma pessoa que foi e é muito importante na minha vida: meu pai.
Mas as lembranças boas ficaram, junto com a certeza de que esse amor que eu sinto é eterno.

A vida, aos poucos, vai tomando seu rumo novamente...
Fica a saudade.